sexta-feira, 23 de setembro de 2016

TARDE DE MEDO: MAIS UMA CHUVA COM VENTOS FORTES ASSOMBRAM MORADORES DO POVOADO BREJINHO

Na tarde de ontem, quinta-feira(22), o povoado Brejinho enfrentou mais uma chuva acompanhada de ventos mais fortes ainda que os do último sábado(17), quando causou prejuízos e medo  aos moradores .

Desta vez a intensidade dos ventos foi tão forte que causou grande estrago no Estádio Municipal, arrancando telhas e derrubando praticamente todo o muro que fica ao fundo do mesmo, aproximadamente uns 70 metros e outros 18 estão com sérios problemas na estrutura, podendo cair também com mais outro vento forte.
Uma parede do antigo FUNDEC no centro de Brejinho também não suportou os ventos fortes e veio ao chão, um portão metálico de uma residência e antenas parabólicas também caíram, sem falar nas árvores quebradas e telhados danificados.
Fotos tiradas minutos após a ventania
Os moradores de Brejinho já estão traumatizados e ficam muito preocupados quando o tempo anuncia que vai chover de novo.
Esta outra parte é que está com problemas na estrutura, uns 18 metros


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

ATENÇÃO: REDUÇÃO NO NÚMERO DE ELEITORES, MUDANÇAS NO LOCAL E NÚMERO DE SEÇÕES DO POVOADO BREJINHO.

Brejinho até as últimas eleições dispunha das seguintes seções de votação: (04, 05, 07, 08, 09), distribuídas nas unidades de ensino do povoado.

Com base no total constante no processo unificado de escolha para conselheiros tutelares de Bacabal 2016, Brejinho tinha 1.399 eleitores. Após a convocação dos eleitores de Bacabal zona eleitoral 66, na inclusão do sistema biométrico, mais de 15 mil eleitores não participarão deste pleito de 2016, resultado este refletido no eleitorado de Brejinho que despencou para 1.103 eleitores aptos a realizarem suas escolhas no dia 02 de Outubro.

Coelho Dias: 740 eleitores
Maria Augusta: 363 Eleitores
Somados ficam: 1.103 eleitores.

Diferente dos demais pleitos, apenas a unidade de ensino Maria Augusta de Sousa que fica na Rua Carlos Sardinha, será o local de votação do povoado Brejinho, onde funcionarão três seções principais com sua agregação:

Seção 04 – com agregada 08.
Seção 05 – com agregada 07.
Seção 175 – com agregadas 09, 157, 177.


Que cada eleitor possa ficar bem informado e assim exercer seu direito democrático com eficiência.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

ELEIÇÕES 2016: VEREADORES TEM QUE FAZER 10% DO COEFICIENTE

MARANHÃO – Na eleição proporcional é possível votar tanto diretamente no candidato quanto no partido ou coligação, diferentemente da eleição majoritária, onde só é permitido votar no candidato.

A eleição para vereador é definida através do sistema proporcional, onde primeiramente são calculados os partidos e coligações que obtiveram mais votos, e só a partir daí as vagas disponíveis em cada município são distribuídas entre os candidatos mais votados de cada partido.

Quantidade de vereadores por município
Para entender o sistema proporcional é necessário saber que o número de vagas disponíveis para o cargo de vereador dependerá do número de habitantes e da lei de cada município, juntamente com o que diz o art. 29 da Constituição Federal. Este artigo limita as vagas de vereadores de acordo com o número de habitantes, por exemplo, um município com 15.000 habitantes pode ter no máximo 9 vereadores, enquanto as cidades com mais de 8 milhões de habitantes devem ter até 55 vereadores.

Veja mais detalhes sobre como é definido o número de vereadores por município.
Etapas do sistema proporcional
A divisão das vagas entre os partidos e coligações se dá através de três etapas. Primeiramente é preciso conhecer o quociente eleitoral, que determina a quantidade de vagas para cada partido. Apenas com o quociente eleitoral é possível definir o quociente partidário, que estabelece os candidatos de cada partido ou coligação que ocuparão as vagas.

Quociente eleitoral
É o número obtido ao dividir todos os votos válidos alcançados na eleição para vereador, os recebidos pelos partidos e diretamente aos candidatos, pelo número de vagas disponíveis na Câmara Municipal.

Vamos supor que um município com 20 mil habitantes obteve 10 mil votos válidos na eleição para vereador, e possui 10 vagas para o cargo. O quociente eleitoral será alcançado ao dividir 10 mil por 10, que neste caso será 1.000.

Quociente partidário
Sabendo que o quociente eleitoral é 1.000, é possível calcular quantas vagas cada partido ou coligação ocupará, dividindo os votos válidos pelo quociente eleitoral. Vamos supor que neste município existirem quatro partidos: X, Y, Z e W, onde X e Y estão coligados, enquanto os outros não.

A Coligação X-Y recebeu 5.000 votos válidos, o Partido Z obteve 4.600, e o Partido W alcançou 400. Ao dividir o número de votos válidos pelo quociente eleitoral, neste caso 1.000, a Coligação X-Y terá direito a 5 vagas e o Partido Z ocupará 4 vagas, enquanto o Partido W não terá direito a nenhuma vaga, já que recebeu menos de 1.000 votos válidos.

Com a Reforma Eleitoral de 2015, os candidatos que ocuparão as vagas devem receber votos numa quantidade igual ou maior que 10% do quociente eleitoral. Isto quer dizer que no caso do nosso exemplo, só os candidatos que obtiverem 100 votos ou mais seriam eleitos.

Sobra de vagas
Quando há sobra de vagas, é preciso fazer um novo cálculo, dividindo a quantidade de votos válidos do partido ou coligação pelo número de vagas alcançados no cálculo anterior mais 1. O partido ou coligação que obtiver a maior média recebe a primeira vaga disponível, desde que o candidato tenha recebido a exigência mínima dos votos citada anteriormente.

Aplicando ao exemplo citado acima, a Coligação X-Y ficou com uma média de 833,3 e o Partido Z com 920. Como sobrou apenas uma vaga e o Partido Z alcançou a maior média, será o que ficará com a vaga.

Se houver mais vagas, o cálculo deve ser repetido até todas as vagas serem preenchidas. Quando não existir mais partidos ou coligações com candidatos que obtiveram a quantidade de votos mínima exigida, as vagas serão ocupadas pelos partidos com as maiores médias, seguindo a ordem dos candidatos mais votados.

domingo, 18 de setembro de 2016

CHUVA E VENTOS FORTES PROVOCARAM MEDO E PREJUÍZO AOS MORADORES DE BREJINHO

Na noite de ontem, sábado (17), o povoado Brejinho foi surpreendido por uma grade e forte chuva acompanhada de ventos intensos. Geralmente quando demora muito chover, muitos ficam assustados prevendo esse tipo de acontecimento.
Rua Trindade Lima
Como resultados da chuva de ontem à noite, dezenas de residências do povoado amanheceram com parte de seus telhados danificados, árvores com galhos quebrados, outras arrancadas, central de ar-condicionado praticamente arrancada do lugar e tv de led molhada.


Um trabalho extra aos moradores nesta manhã de domingo, os homens concertando o telhado e as mulheres limpando a casa repleta de poeira.

Rua Carneiro Bayma
Rua Presidente Sarney
Rua Carneiro Bayma
Rua do Campo
Estádio de Futebol, telha arrancada com peça de madeira









sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ROBERTO COSTA MOBILIZA A JUVENTUDE NAS RUAS E RECEBE A ADESÃO DO VEREADOR REGINALDO DO POSTO


Ontem, quinta-feira, 15, a juventude bacabalense mostrou que quer mudança, levando uma multidão para a Praça Cleômenes Falcão e realizando um grande arrastão pelas ruas da cidade.

O momento mais marcante da caminhada foi quando a juventude, em um ato simbólico, entregou as chaves da cidade para o candidato Roberto Costa, que declarou sentir-se lisonjeado em ver que a juventude bacabalense tem voz e em sua gestão terá vez.Costa agradeceu a cada jovem.

Mobilizações e adesões

O candidato Roberto Costa, desde quando realizou a inauguração do seu comitê Central, vem movimentando a cidade com a realização do “arrastão do 15”.

Roberto Costa visitou vários povoados e bairros, a exemplo de Fala Cantando, Bela Vista, Sincoral, Copem, Aldeia, São José das Verdades, Alto Alegre, Pantanal, Juçaral, Barreirinha, Cohabinha, Alto da Assunção, Vila da Paz, Vila Graciete, Boa Vista da Taba, Bomba e Vila Pedro Brito.

Reginaldo do Posto

Nesta caminhada para a vitória, o candidato Roberto Costa teve companhia de vereadores que compõem sua chapa “Bacabal rumo ao futuro” que reuniu os partidos: PMDB, PSDB, PT, PDT, REDE, DEM, PV, PMB E PSB.

E nesse período, muitos viraram adeptos ao 15. A última grande adesão foi vereador Reginaldo do Posto, do Partido Republicano Progressista (PRP). Reginaldo, que é um dos mais importantes nome do legislativo de Bacabal, se soma a energia e alegria contagiante que a turma do 15 transmite.

E por onde passa o Roberto Costa, recebe abraços apertados e demonstrações de carinho, com essa atitude a população aponta que está cansada do esquecimento, mostrando em cada carinho retribuído, a esperança de uma Bacabal melhor.

A caminhada do 15 ainda vai continuar por vários povoados e ruas da cidades e Bacabal.


FAZENDO A DIFERÊNÇA: VOTO JOVEM REPRESENTA 27% DO ELEITORADO E PODE DECIDIR ELEIÇÕES

Mais de 38 milhões entre 16 e 29 anos vão fazer suas escolhas em 2 de Outubro
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que os jovens entre 16 e 29 anos representam 27% do eleitorado nacional, o que demonstra, para a Justiça Eleitoral, que o voto dessa camada da população deverá ser determinante nas eleições municipais de outubro.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 51 milhões de jovens de 15 a 29 anos, correspondendo a um quarto da população do país. Desses, mais de 75% (38.876.290) estão aptos a votar nas eleições deste ano, segundo dados do TSE. Os jovens entre 25 e 29 anos representam 10,83% do eleitorado; de 21 a 24 anos, 8,71% e de 16 a 20 anos, 7,45%.

Para o cientista político Leonardo Barreto, especialista em comportamento eleitoral, o voto dos jovens pode ser determinante nas eleições porque, por terem mais escolaridade que as gerações anteriores, acabam por influenciar o voto das pessoas do seu círculo social, como pais e avós. Segundo Barreto, pesquisas demonstram que a rede de amizades e familiares é o fator que mais influencia na escolha dos candidatos. “Mas o jovem costuma ter um voto crítico”, diz o especialista.

Voto facultativo

De acordo com a Justiça Eleitoral, 1.638.751 jovens de 16 e 17 anos votaram nas eleições de 2014. Para estas eleições municipais, 2.311.120 adolescentes estão aptos a votar. O jovem nessa faixa etária não é obrigado a votar, mas já tem o direito garantido pela Constituição.

O alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos, os maiores de 70 anos e os maiores de 16 anos e menores de 18.

O Brasil tem 144 milhões de eleitores aptos a votar nas eleições para prefeitos e vereadores no dia 2 de outubro.

Edição: Maria Claudia

Fonte: Agência Brasil

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

MADRUGADA TENSA: INCÊNDIO PRÓXIMO A RESIDÊNCIAS ASSUSTA MORADORES DO POVOADO BREJINHO

Na noite de ontem, terça-feira (13), por volta das 23:00 horas,  um grande incêndio em uma solta, que fica ao lado esquerdo do Estádio de Futebol de propriedade do Sr. Clerisvaldo, assustou os moradores próximos do local e atraiu a atenção de  muitos curiosos.

Não se sabe a origem do incêndio, porém momentos antes o tempo estava fechado e ventava forte, indicando que iria chover forte, o que infelizmente não aconteceu más se ouviu uma grande descarga elétrica produzida por um trovão e relâmpago e posteriormente teve-se a notícia do incêndio.
No momento do incêndio na madrugada
Com a ajuda de moradores, voluntários e os proprietários de terras vizinhas, o dono da solta conseguiu combater todos os focos do incêndio por volta das 1:30 da madrugada, onde felizmente ouve prejuízo somente do pasto queimado.
Como ficou hoje pela manhã